quinta-feira, 29 de abril de 2010

Evolução, mas nem tanto, por Dr. Alessandro Loiola

Evolução, mas nem tanto, Dr. Alessandro Loiola via Yahoo! Colunistas: "
Onde descarregar civilizadamente a selvageria que insiste em sobreviver dentro de nós? A resposta não poderia ser mais fácil: na onda da atividade física.
"

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Trabalhadoras domésticas conquistam mais direitos no dia dedicado a elas

                Depois de quase 40 anos do reconhecimento da profissão do empregado doméstico (1972), muitas foram as lutas na conquista de direitos. As dificuldades, incertezas trilharam o caminho dessas trabalhadoras que não perderam a esperança de um dia verem “as coisas” melhorarem. Conquistaram o direito de receberem o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), têm um sindicato organizado e passaram a ter um DIA dedicado a elas em nível nacional.A jornada é tortuosa mais as luzes já cintilam no caminho deles e delas e essa realidade vem mudando.

             Nesta terça-feira, 27 de abril o dia dedicado à trabalhadora doméstica foi de mobilização da categoria, de sessão especial na Câmara Municipal de João Pessoa, propositura da vereadora Sandra Marrocos (PSB) e assinatura de um Termo de compromisso e cooperação técnica entre o Governo Municipal com a Secretaria de Habitação Social e a Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres.
             O objetivo do Termo é fixar condições de cooperação mútua, visando garantir a efetivação na política municipal de habitação de interesse social, através de ações afirmativas que fortaleçam e valorizem as mulheres como agentes de desenvolvimento local, proporcionando o acesso à moradia como superação das desigualdades de gênero e de raça.
           O desenvolvimento de ações voltadas para a ampliação das oportunidades ao acesso a moradia com habitabilidade para mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica, trabalhadoras domésticas, mulheres vítimas de violência domésticas que são atendidas no Centro de Referência Ednalva Bezerra e mulheres responsáveis pela unidade familiar já é possível.
           A partir deste Termo de Compromisso e Cooperação Técnica cabe a Secretaria Municipal de Habitação Social (Semhab) priorizar, na fase de inscrição e de regularização, que as unidades habitacionais sejam registradas em nome das mulheres; divulgar a existência deste Termo e suas características, ressaltando sua focalização em grupos de mulheres responsáveis pela unidade familiar;
           Cabe também a SEMHAB observar, para fins de hierarquização e seleção da demanda nos programas habitacionais, as famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar e envidar esforços no sentido de viabilizar a participação da Secretaria Extraordinária de Política para as Mulheres no Conselho Municipal de Habitação que vai ser reformulado até dezembro.
           A Secretaria Extraordinária de Políticas Para as Mulheres (SEPM), coube coordenar a realização de cursos, oficinas e palestras para as equipes técnicas dos programas, projetos e ações das secretarias parceiras no presente Termo e coordenar a realização de um diagnóstico socioeconômico das mulheres em situação de vulnerabilidade socioeconômica, trabalhadoras domesticas e vitimas de violência doméstica.
           A SEPM irá também elaborar materiais informativos como folderes, cartazes e cartilhas bem como criar campanhas publicitárias para radio e televisão visando disseminar amplamente informações acerca da priorização do acesso às mulheres na política municipal de habitação social. As trabalhadoras domésticas tiveram a profissão reconhecida em 1972 através da lei do empregado doméstico. Em 1988 elas conquistaram outros direitos com a Constituição Federal. Parabéns as domésticas da Paraíba.

sábado, 24 de abril de 2010

Vovozinhas, Vovozinhas

VovozinhEsta semana uma imagem me chamou atenção na mídia nacional.Um time de futebol na Africa do Sul composto por senhoras sexagenárias. São as vovozinhas com idades acima dos 65 anos correndo, suando, gritando, cantando, felizes da vida A mais idosa,porém ágil, tem 80 anos e, mesmo sem correr muito, tava lá dando seus chutes e mostrando que o corpo se adapta a qualquer situação quando se quer fazer algo.Platéia não falta para prestigiar um time que tem também como juizas e bandeirinhas pessoas com idade para serem netos e netas.A cada dia o "pessoal da terceira idade" tem provado, surpreendido e mostrado que, na prática, é possível viver mais e com saúde. As vovozinhas de hoje estão nas quadras, nos salões de dança, nas pistas de corrida, nas biscicletas, enfim...nos campos de futebol queimando calorias, chutando a depressão e dispensando muitos remédios que encharcam qualquer corpo humano nessa fase da vida.É um belo exemplo a seguir.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Ativista americana morre aos 98 anos

A histórica ativista americana Doroty Height, morreu aos 98 anos no Hospital da Universidade Howard, em Washington.Como presidente do Conselho Nacional das Mulheres Negras foi a principal voz feminina no movimento pelos direitos civis, nos anos 60.Doroty continuava dando declarações públicas mesmo após chegar aos 90 anos.Quando jovem, Doroty marchou em Nova York pedindo o fim dos linchamentos racistas. Nos anos 50 e 60, ela era a principal mulher a auxiliar o reverendo Martin Luther King Jr. e outros importantes  ativistas a orquestrar o movimento pelos direitos civis. A falecida ativista C. DeLores Tucker chegou  a qualificar Doroty como um ícone para todas as mulheres afro-americanas.(Fonte:AE).